terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Customer Involvement Program (CIP) no Autodesk Inventor

Um dos recursos da Autodesk para obter informação a fim de melhorar os seus produtos é o 'Customer Involvement Program' (CIP). A participação neste programa é gratuita e voluntária.

Para aderir ao CIP, basta clicar em 'Customer Involvement', na área 'Community' do separador 'Get Started'. Após indicar o endereço de email, iniciará o processo de adesão ao programa.


A partir deste formulário poderá ver o seu hardware comparado com o dos restantes participantes e aceder ainda a um gráfico que descreve a distribuição dos mesmos a nível mundial.



O CIP consiste na recolha de dados de utilização do software Autodesk e envio para um sistema central. O processo é automático e o utilizador participante não é interrompido. Os dados recolhidos dizem respeito a aspectos como:

- Horas de utilização
- Comandos utilizados
- Configurações de hardware
- Produtos Autodesk adjacentes
- etc.

Os dados de todos os utilizadores a nível mundial são tratados estatisticamente e a partir daí servirão de base para desenvolvimentos futuros.

A participação dos portugueses neste programa é mínima, uma vez que apenas 1.11% dos utilizadores nacionais estão envolvidos. Os participantes mais aplicados são os do Brasil e dos Estados Unidos.

M&M Engenharia Industrial, Lda - Parceiro Certificado Autodesk para a Indústria.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Inventor 2D to 3D - Ferramenta Gratuita para Inventor 2011

A ferramenta 'Inventor 2D to 3D', disponível gratuitamente no site Autodesk Labs, permite utilizar dados 2D para modelação de peças 3D em Inventor 2011.

Esta ferramenta, ainda em modo 'Technology Preview' é muito simples e fácil de utilizar. Essencialmente o 'Inventor 2D to 3D' ajuda-nos a colocar as vistas 2D de uma peça, obtidas a partir de ficheiros .DWG ou .DXF, em planos ortogonais, para facilitar a modelação da mesma.
Depois de colocados e devidamente alinhados, os 'Sketches' representam toda a informação necessária à modelação da peça.
No exemplo apresentado no vídeo abaixo, a função 'Extrude' permitiu obter todas as formas necessárias.

Um aspecto muito interessante é o facto de este 'Add-In' ser compatível com o Inventor LT 2011.

Pode ser obtido gratuitamente no seguinte link e funciona nas versões Inventor R11, 2008, 2009 (32 e 64), 2010 (32 e 64) e 2011 (32 e 64).

video

M&M Engenharia Industrial, Lda - Parceiro Certificado Autodesk para a Indústria.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Empresas que utilizam Autodesk Inventor (15)

Sediada em Sausalito, Califórnia, a Pi Mobility é uma empresa baseada num único produto, a Pi Cycle - uma bicicleta eléctrica. Nas palavras do fundador da empresa, o projecto Pi Cycle resolve em simultâneo vários problemas de Design: permite mobilidade acessível e sem emissões, é fácil de operar, é fácil de reparar e de fazer a manutenção. A estética arrojada do produto também parece agradar aos utilizadores.


Utilizando o Autodesk Inventor, os projectistas da Pi Mobility descobriram que, com a espessura certa, toda a estrutura da bicicleta se podia resumir a um único tubo de alumínio arqueado. Esta configuração é uma alternativa às soluções mais vulgares que apresentam demasiados elemento plásticos, sujeitos a quebras. Esta simplicidade significa mais facilidade de produção e melhor gestão da qualidade de construção.

A Pi Mobility estima que, as decisões de projecto que resultaram da utilização da Prototipagem Digital da Autodesk lhes vão permitir poupar cerca de 335.000$ nos próximos sete anos.

Site da Pi Mobility.

M&M Engenharia Industrial, Lda - Parceiro Certificado Autodesk para a Indústria.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Integração de Projecto Eléctrico com Projecto Mecânico no Autodesk Inventor 2011

A EPLAN, líder mundial em software de projecto eléctrico, desenvolveu para a sua ferramenta Electric P8 um módulo de integração com o Autodesk Inventor. O EMI (EPLAN Mechatronic Integration) permite associar elementos do projecto eléctrico a peças do projecto mecânico.

Partilhando este tipo de informação, os projectistas da área eléctrica e mecânica desenvolvem um trabalho conjunto que resultará em menos erros de projecto, menos tempo de desenvolvimento, e menos desperdício de materiais.


No EPLAN Electric P8 é possível abrir e visualizar o modelo tridimensional desenvolvido no Inventor, os pontos de ligação e os cabos criados no ambiente Cable and Harness podem ser atribuídos a bornes e a definições de cabos criados no EPLAN.


Da mesma forma, no Inventor, para que se utilizem dados comuns, é possível importar a livraria de cabos existente no EPLAN. No ambiente Cable and Harness, pode também importar-se dados de cabos para reproduzir as ligações criadas no EPLAN.

M&M Engenharia Industrial, Lda - Parceiro Certificado Autodesk para a Indústria.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Autodesk Inventor no YouTube

A Autodesk adoptou o canal de Rob Cohee no Youtube como o canal oficial para a Prototipagem Digital da Autodesk. Rob Cohee, intitulado como 'manufacturing evangelist', é um especialista em tudo o que diz respeito ao Autodesk Inventor.
Neste canal, que desde Janeiro de 2007 já foi visto quase 450.000 vezes, pode assistir-se a lições, demos, dicas, etc.


Todo o conteúdo é actualizado e diz respeito exclusivamente à versão 2011. São interessantes os vídeos de comparativos SW/Inventor, as demos sobre funcionalidades específicas como o iCopy, o Inventor Publisher, etc.
Aceda através deste link.

M&M Engenharia Industrial, Lda - Parceiro Certificado Autodesk para a Indústria.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Visualizadores gratuitos para ficheiros do Inventor

Para que qualquer pessoa possa visualizar ficheiros do Inventor, a Autodesk oferece duas soluções, ambas distribuídas gratuitamente a partir do site da Autodesk.

A solução mais conhecida é o Autodesk Design Review. O projectista que pretender partilhar dados com outros intervenientes no processo de desenvolvimento de produto (produção, marketing, compras, cliente, etc.) deverá criar um ficheiro .DWF que poderá conter várias peças e conjuntos do Inventor, desenhos técnicos e listas de peças. A informação das propriedades da peça também fica registada neste ficheiro. Um aspecto importante é a possibilidade de se fazerem anotações com vista à correcção do projecto.

Outra possibilidade, quando não existe um ficheiro .DWF e é necessário ver o conteúdo de um ficheiro do Inventor, é a utilização do Autodesk Inventor View. Esta aplicação permite abrir todos os tipos de ficheiros gerados no Autodesk Inventor (.IPT, .IAM e .IDW).

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Skill Builders - Aprender Inventor gratuitamente online

Sabemos que o Autodesk Inventor é fácil de aprender e utilizar. O programa traz consigo recursos de aprendizagem que, quando bem explorados, permitem que utilizadores sem qualquer experiência consigam fazer projectos no Inventor em pouco tempo.

Como se isso não bastasse, a Autodesk proporciona recursos de formação gratuitos. É o caso dos 'Skill Builders' que se podem encontrar neste link.


Os 'Skill Builders' cobrem praticamente todas as funções do Autodesk Inventor Professional e são de vários tipos: exercícios descritos passo a passo, alguns com 'datasets' para download, vídeos, documentos .PDF, etc.

O mais interessante é que tudo isto é gratuito e acessível a qualquer visitante do site www.autodesk.com sem a necessidade de fazer qualquer registo.

M&M Engenharia Industrial, Lda - Parceiro Certificado Autodesk para a Indústria.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Alterar o ângulo da vista em perspectiva no Inventor 2011

A capacidade avançada de visualização é uma das características do Inventor que não se encontra noutras aplicações. Para obter uma imagem verdadeiramente fotorrealista, deve utilizar-se a vista em perspectiva. Para mudar de vista ortogonal para vista em perspectiva: seleccionar 'Perspective' na área 'Appearance' do separador 'View'. Por defeito, a vista em perspectiva do Inventor é muito semelhante à do olho humano.

O Inventor dá-nos ainda a possibilidade de editar qual o ângulo da perspectiva. Um ângulo mais acentuado cria um efeito visual mais dramático, semelhante a uma lente grande ângular, um ângulo menos acentuado cria uma imagem muito rígida.


Para alterar o ângulo da perspectiva, basta utilizar o comando 'Zoom' (roda do rato) em conjunto com a tecla 'Ctrl'.

O ângulo mais baixo é equivalente à perspectiva isométrica, o ângulo mais alto assemelha-se ao efeito de uma lente grande angular de cerca de 20mm.


M&M Engenharia Industrial, Lda - Parceiro Certificado Autodesk para a Indústria.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Projecto de conjunto no Inventor LT sem 'Assembly'

O Inventor LT apresenta funcionalidades notáveis, este facto é realçado especialmente se tivermos em conta que a versão LT custa 1/5 do preço da versão Professional.
Na seguinte demonstração vemos como é possível projectar, dimensionar e simular a mobilidade de uma montagem mecânica sem recurso a um ficheiro do tipo 'Assembly' (.IAM).

As funcionalidades que vamos explorar para este efeito são a criação de 'Blocks' em ambiente 'Sketch', a possibilidade de dividir uma peça em vários 'Solid Bodies' e a função 'Make Part'.

Utilizando o Inventor LT começámos por criar um 'Sketch' que contém as linhas que servirão de base às peças tridimensionais do conjunto, neste caso vamos esboçar os componentes básicos de um motor. Foram criados 'Blocks' para isolar as peças móveis e permitir a simulação do movimento. Esta possibilidade de mover o 'Sketch' permite dimensionar rigorosamente, o conjunto tendo em conta a mobilidade do sistema.


Um pormenor interessante é a possibilidade de importar para o 'Sketch' um ficheiro .DWG mantendo a informação dos 'Blocks' conforme criados no AutoCAD, isto permite reutilizar desenhos 2D e simplificar o trabalho.

O passo seguinte é a criação dos componentes tridimensionais a partir do 'Sketch' que deverá ser partilhado. Quando executamos uma operação de criação de forma no Inventor ('Extrude', 'Revolve', 'Chamfer', 'Fillet', etc...) temos a opção de criar um 'New Solid' e ainda a opção de seleccionar o 'Solid' sobre o qual a operação vai actuar. É esta funcionalidade que nos vai permitir criar vários 'Solid Bodies' dentro de um único ficheiro .IPT, sendo ainda possível aplicar acabamentos diferentes a cada um deles para obter uma representação fotorrealista.


Em qualquer altura podemos retomar a edição do 'Sketch' inicial. Estando esse 'Sketch' partilhado, podemos mover as linhas e fazer o 'Update' do projecto para ver a actualização instantânea dos componentes em movimento.

Para finalizar o projecto, recorrendo à função 'Make Part' (área 'Layout' do separador 'Manage') criamos peças individuais a partir de cada 'Solid Body' a fim de executar os desenhos técnicos.

Este processo representa o aproveitamento máximo das capacidades do Inventor LT, demonstrando que utilizando esta aplicação de baixo custo se pode fazer projectos com alguma complexidade.

O vídeo seguinte apresenta o procedimento acima descrito.

video

M&M Engenharia Industrial, Lda - Parceiro Certificado Autodesk para a Indústria.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Prototipagem rápida ou impressão 3D a partir do Inventor

A prototipagem rápida é uma tecnologia que se torna cada vez mais acessível ao projectista comum.
As tecnologias de impressão 3D permitem a criação de modelos tridimensionais de vários tipos e materiais, alguns apenas para visualização, outros suficientemente resistentes para servirem como produto final.

A Autodesk desenvolveu há já algum tempo, para o Inventor, a possibilidade de exportação de ficheiros .STL - o formato standard para estereolitografia ou mais vulgarmente 'impressão 3D'.
Na versão 2011 do Autodesk Inventor, e mesmo na versão LT, a preparação da impressão 3D está mais optimizada.

No Inventor, estando uma peça aberta no ambiente de modelação, a par da opção 'Print', existem agora as opções 'Send to 3D Print Service' e '3D Print Preview'.


Se seleccionarmos a opção 'Send to 3D Print Service', o Inventor apresenta-nos as opções de exportação do formato .STL. Depois de guardar o ficheiro, o Inventor direcciona-nos para este site dentro do domínio Autodesk.com.
Aqui poderemos encontrar links directos para dois fornecedores de serviços de impressão 3D credenciados pela Autodesk. Temos a informação dos respectivos custos e alguns recursos adicionais sobre impressão 3D.


Dentro dos sites de cada um dos fornecedores podemos explorar opções adicionais e formulários para envio dos nossos ficheiros.

Se seleccionarmos a opção '3D Print Preview', o Inventor dá-nos a possibilidade de explorar as várias opções de optimização do formato .STL e pré-visualizar qual será o aspecto da peça impressa.


Além destas opções, se o utilizador tiver à sua disposição alternativas próprias para impressão 3D, bastará optar por guardar a peça no formato .STL (Save Copy As). As opções apresentadas relativamente à qualidade e optimização da peça são exactamente as mesmas.
M&M Engenharia Industrial, Lda - Parceiro Certificado Autodesk para a Indústria.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Logopress3 BLANK - planificação de peças estampadas em Autodesk Inventor

O Logopress3 BLANK é um Add-In certificado pela Autodesk para o Inventor 2010 e 2011 (32 e 64 bits) que permite realizar uma aproximação teórica rigorosa à planificação (blank) de peças estampadas utilizando o método dos Elementos Finitos.

Uma vez que o Autodesk Inventor possui tradutores para praticamente todos os formatos 3D (Solid Works, STEP, SAT, Pro Engineer, Parasolid, NX, JT, IGES, IDF, Catia, Alias, Rhyno, DXF, DWF, e DWG), utilizar o Logopress3 BLANK em conjunto com o Inventor permite ao projectista de ferramentas progressivas trabalhar com dados de qualquer origem sem problemas de compatibilidade.


As funções-chave do Logopress3 BLANK associado ao Inventor são as seguintes:

- Trabalhar com dados nativos ou importados
- Trabalhar sobre sólidos ou superfícies
- Gerir a espessura do material
- Personalizar a base de dados de materiais
- Definir a 'área inicial de estampagem'
- Definir a 'direcção de estampagem'
- Definir áreas, vértices e pontos bloqueados
- Obter dados sobre a variação de espessura
- Obter dados sobre a tensão e deformação

A utilização deste Add-In é bastante simples, sendo acessível ao projectista comum:

- Em primeiro lugar a peça a analisar deverá ser aberta ou importada para o Inventor, pode passar-se de imediato para o separador Logopress3 que aparece integrado no Ribbon do Inventor. Para melhores resultados devem fechar-se furos existentes na peça que na realidade sejam feitos depois da estampagem.
- Para calcular a planificação da peça, clica-se em 'Blank for formed part'
- Na janela 'Logopress3 Blank' pode escolher-se a direcção da estampagem, podem bloquear-se faces, pontos ou vértices, ou restringir a deslocação dos mesmos em X ou Y.


- Nesta mesma janela podemos definir a espessura (no caso de se tratar de uma superfície) e o material. A Base de Dados de materiais original tem bastantes opções, é ainda possível adicionar materiais personalizados.
- O rigor da malha de Elementos Finitos também pode ser controlado, bem como a tolerância das curvas de contorno da peça.
- Para a aplicação realizar o cálculo, clica-se em 'Compute', o tempo de cálculo depende do número de elementos na malha.
- Terminado o cálculo, a janela 'Logopress3 Blank' exibe os resultados no separador 'Analisys and Simulation'
- Nesta área podemos ver a previsão da peça planificada e a animação da deformação em vários modos:

       Blank - Peça planificada
       Mesh - malha de Elementos Finitos
       Strain - escala gráfica de deformação
       Stress - escala gráfica de Tensão
       Thickness Variation - variação de espessura
       Contour points mapping - visualização da deslocação dos pontos de contorno


- Clicando em 'Ok', o software gera a planificação da peça como um sólido típico do Inventor. Se o original era uma superfície, o resultado final é uma peça plana em chapa com a espessura especificada. Se o original era um sólido, o resultado será um ficheiro IPT com dois 'Solid Bodies' sendo um a peça final e o outro a peça planificada.

Em resumo, o Add-In Logopress3 Blank integrado no Inventor funciona de forma bastante estável e gera informação essencial para auxiliar projectistas de ferramentas progressivas.

Site do Logopress3 BLANK para Inventor.
Neste link pode consultar um vídeo de demonstração.
O vídeo seguinte mostra o processo conforme descrito acima.

video

M&M Engenharia Industrial, Lda - Parceiro Certificado Autodesk para a Indústria.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Autodesk disponibiliza Inventor LT para Portugal

A Autodesk disponibilizou finalmente para Portugal a versão LT do Autodesk Inventor 2011.
À semelhança do que já acontecia com o AutoCAD, o Autodesk Inventor passa agora a existir também numa versão simplificada e bastante acessível que certamente irá ao encontro das necessidades de muitas empresas e projectistas nacionais.


As funcionalidades da versão LT do Inventor são bastante interessantes, incluem todas as funções de modelação 3D para peças, desenhos técnicos, visualização fotorrealista e todos os tradutores da versão completa.

A seguinte tabela compara as funcionalidades do LT com as versões mais usuais da aplicação:

Features and CapabilitiesAutodesk®
Inventor™
LT
Autodesk®
Inventor™
Suite
Autodesk®
Inventor™
Professional
3D Part Modelingyesyesyes
Automated 2D Drawing Viewsyesyesyes
Automated 2D Drawing Updatesyesyesyes
Copy and Paste from AutoCAD® Softwareyesyesyes
DWG Interoperability (DWG™ TrueConnect)yesyesyes
Neutral 3D Multi-CAD Import/Exportyesyesyes
Native 3D Multi-CAD Translationyesyes*yes*
Photorealistic Renderings (Inventor Studio)yesyesyes
DWF™ Publishing and “Roundtrip”yesyesyes
Electronic Review Process (Autodesk® Design Review)yesyesyes
3D Assembly Modelingno yesyes
Sheet Metal Designno yesyes
Standard Parts Library (Content Center)no yesyes
Dynamic Simulationno no yes
Stress Analysis (Finite Element Analysis)no no yes
Tube and Pipe Designno no yes
Cable and Wire Harness Designno no yes
Includes AutoCAD® Mechanicalno yesyes
Includes Autodesk® Vaultno yesyes
Customization and Third-Party Add-in Compatibilityno yesyes
Tutorials and Skill Buildersyesyesyes
Advanced Help Systemyesyesyes

Para mais informações consulte o espaço Inventor LT em http://www.autodesk.com/


O Autodesk Inventor LT é disponibilizado num pacote Suite que inclui o AutoCAD LT (mais informação)

M&M Engenharia Industrial, Lda - Parceiro Certificado Autodesk para a Indústria.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Novidades do Autodesk Inventor 2011 - Dynamic Input

No Inventor 2011, a execução de Sketches está melhorada com as capacidades de Input dinâmico . Esta funcionalidade permite digitar dimensões à medida que se vão traçando linhas, arcos, círculos, rectângulos, etc. A execução de um Sketch torna-se assim mais rápida e fluida.

Para desenhar uma linha, por exemplo, começa-se por clicar em 'Line'. Ao mover o cursor pelo ambiente de trabalho podemos ver que são apresentadas as coordenadas do seu posicionamento. Para definir as coordenadas do ponto de início da linha pressionamos a tecla 'Tab' e introduzimos valores numéricos, a mesma tecla deve ser utilizada quando pretendemos introduzir valores nos vários campos disponíveis.

Na definição de ângulos, o software inclusivamente gera linhas auxiliares para aplicação das dimensões.

Esta forma de dimensionar Sketches é herdada do AutoCAD, no entanto continua a ser possível utilizar o processo clássico de dimensionamento do Inventor, bastando para tal que não se introduza qualquer valor aquando da criação das geometrias.
video

Análise de tensões no Autodesk Inventor (4)

No caso apresentado, pretendia-se analisar uma mola de suspensão de lâminas parabólicas. Pretendia-se determinar dados como: a carga máxima a que a mola poderia ser sujeita sem entrar em deformação plástica, a amplitude de trabalho da mola, etc.


Para a modelação do conjunto utilizou-se um desenho do fabricante em formato .dwg.

O desenho foi importado para o ambiente 'Sketch', foram executadas as operações de modelação de cada peça (extrusões e 'Fillets' simples), posteriormente foi construído o conjunto.



Uma vez que o material pretendido (Aço Mola 50CRV4) não fazia parte da lista de materiais do Inventor, criou-se um novo material introduzindo-se as propriedades físicas necessárias.


No ambiente de análise FEA, criou-se uma nova simulação do tipo 'Static Analisys'. Uma vez que neste caso, todas as peças do conjunto deslizam e interagem entre si, seleccionou-se a opção 'Sliding/No Separation' no campo 'Contacts' - 'Default Type'.

Para simular o cenário de funcionamento deste produto aplicaram-se três 'Constraints': Uma 'Constraint' do tipo 'Pin' no olhal da mola, uma do tipo 'Frictionless' na na zona de apoio da lâmina superior e finalmente outra 'Constraint' do tipo 'Frictionless' na parte lateral de todas as lâminas, simplesmente para evitar que hajam deslocamentos laterais no resultado final.

A carga aplicada foi de 150 000 N na parte inferior da mola. Os resultados podem ser vistos no vídeo seguinte:

video

Novidades do Autodesk Inventor 2011 - Função iCopy

É normal um projecto incorporar várias cópias de um elemento comum que apenas difere no dimensionamento para se ajustar às peças às quais é agregado. É o exemplo da estrutura de suporte de um transportador, ou de uma escada.

O Inventor 2011 prevê este tipo de situação e permite que se criem automaticamente cópias de conjuntos que se ajustam às peças adjacentes, esta nova função chama-se 'iCopy'. Nas versões anteriores do Inventor este tipo de construção teria que ser feito manualmente, constituindo um trabalho moroso e sujeito a erros.

À semelhança do 'iLogic', a tecnologia 'iCopy' foi durante algum tempo distribuída para teste a partir do site 'Autodesk Labs', actualmente está incluída na última versão do Autodesk Inventor.

A utilização da função 'iCopy' é bastante simples e permite grande produtividade.

Inicialmente é necessário criar uma peça base que será o esqueleto do componente 'iCopy'. Essa peça inicial é constituída apenas por linhas de 'Sketch' e planos.


Em contexto de criação de conjunto, insere-se a peça base e criam-se as vigas da estrutura recorrendo aos 'Sketches' e aos planos dessa peça. Cada viga é gerada pela extrusão de um 'Sketch' da peça base, entre os planos existentes na peça base (opção 'Between' no campo 'Extends' da caixa de diálogo 'Extrude').


Depois de criado e guardado este conjunto, tira-se a visibilidade da peça base e executa-se o comando 'iCopy Author'. Este comando está na área 'Author' do separador 'Manage'.


Na janela 'iCopy Author' indica-se qual a 'Layout part', que é a peça base que contém toda a informação necessária ao dimensionamento do conjunto. De seguida definem-se os pontos geométricos do conjunto que serão posteriormente ajustados à peças adjacentes, introduzem-se também designações que permitam identificar esses pontos. De seguida seleccionam-se opcionalmente parâmetros adicionais que se pretendam controlar, como a espessura das vigas, por exemplo. Finalmente, no separador 'Document' seleccionam-se os documentos que pretendemos que sejam copiados juntamente com o 'iCopy', estes ficheiros poderão ser os desenhos técnicos associados à peça ou conjunto a ser copiado (ficheiros .idw ou .dwg).

Depois de realizado este processo, pode observar-se que no 'Browser' de operações do conjunto aparece o item 'iCopy Definition'.

O procedimento de aplicação posterior de uma peça 'iCopy' num conjunto é igualmente simples. Em contexto de criação de conjunto, o comando 'iCopy' encontra-se na área 'Component' do separador 'Assemble'. Um conjunto para aplicação de um componente 'iCopy' deverá ter elementos como linhas de 'Sketch' ou arestas de peças que possam ser utilizadas para associação aos pontos definidos anteriormente. Pode aplicar-se apenas uma cópia do componente ou um 'Pattern' através de 'Splines', linhas ou arestas.

O procedimento pode ser visto no vídeo seguinte:

video

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Empresas que utilizam Autodesk Inventor (14)

Sediada na República Checa, a marca Preciosa produz candeeiros de cristal desde 1724. Para além de uma gama standard de candeeiros domésticos, a Preciosa desenvolve projectos personalizados para hotéis, palácios, salas de concerto e catedrais.


Os candeeiros de cristal Preciosa podem ser encontrados nos lugares mais luxuosos do mundo. Para desenvolver este tipo de produtos, a marca combina técnicas tradicionais, fruto de séculos de experiência com tecnologias de vanguarda. Alguns modelos têm centenas de componentes, peças de cristal rigorosamente maquinadas e montadas em geometrias complexas, como espirais. Para realizar este trabalho, a empresa recorre às ferramentas Autodesk.


Utilizando o Autodesk Inventor, a Preciosa afirma ter reduzido o tempo de desenvolvimento para metade (!), com 70% de redução de erros. Utilizando o Inventor, a comunicação entre os intervenientes é bastante clara e efectiva, os clientes têm a possibilidade de pré-visualizar o seu pedido, discutir alterações com os designers que finalmente enviam documentação directamente para a produção.

Saiba mais sobre esta empresa em http://www.preciosa.com/en/chandeliers

terça-feira, 21 de setembro de 2010

O Inventor faz

No site 'Inventor Does' é possível ver vídeos descrevendo funcionalidades e procedimentos, não apenas do Inventor, do Inventor Fusion e Inventor LT, mas também do Inventor Publisher, Vault, Alias, BIM for Manufacturing, Showcase, Moldflow, Algor, CAM (Inventor - Feature CAM), e do Factory Design Suite.

Interessante é também o facto de todos os vídeos poderem ser livremente descarregados em formato .AVI ou .WMV. Este site é gerido por dois colaboradores da Autodesk: Andy Rahden e Alex Willingham.

Andy Rahden é também responsável por um canal no YouTube cujo conteúdo é igualmente interessante, não percam o Inventor no iPad, ou o Inventor Fusion com touch screen.

http://www.inventordoes.com/

www.youtube.com/user/AndyARahden

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Autodesk Inventor vs outras soluções

Em 2009 a versão 2010 do Inventor recebeu a nota A+ por parte da revista Cadalyst. Depois de todas as novidades introduzidas, fruto das aquisições da Autodesk, acreditamos que a Cadalyst terá que reformular a sua escala (A+ é a nota máxima) se quiser dar nota justa ao novo Autodesk Inventor 2011. Neste momento o Autodesk Inventor Profissional Suite 2011 não ultrapassou apenas o concorrente mais próximo, tem argumentos para competir com aplicações que até aqui estavam fora do seu segmento.

Entretanto no site http://www.cad-portal.com/, o especialista Raymond Kurlan da TechniCom Group fez renascer a velha questão Inventor vs SolidWorks para nos dar a seguinte conclusão.

Os critérios do comparativo foram os seguintes:

- Modelação de peças
- Modeleção de conjuntos
- Simulação
- Modelação mista (paramétrica e directa)
- Modelação de peças plásticas
- Modelação de chapa
- Interoperabilidade
- Documentação/Desenhos tecnicos
- Visualização
- Automação de projecto
- Mecatrónica (Ligação com outras ferramentas)
- Projecto de moldes
- Tubagens e cablagens
- BIM
- Gestão de dados e colaboração

Os resultados constam no seguinte quadro, tendo sido provado a superioridade do Inventor em todas as categorias:


M&M Engenharia Industrial, Lda - Parceiro Certificado Autodesk para a Indústria.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Projecto de peças plásticas e moldes (2)

A ferramenta Tooling do Inventor 2010, existente nas versões AutoCAD Inventor Professional Suite 2010 e AutoCAD Inventor Tooling Suite 2010, permite realizar o projecto automatizado de moldes de injecção para peças de complexidade relativa. Um dos aspectos mais interessantes desta ferramenta é a inclusão de funções de análise do processo de injecção herdadas do poderoso software Autodesk Moldflow.
De seguida estão ilustrados de forma resumida, alguns dos procedimentos essenciais na criação de um destes moldes, começando pela definição da geometria da peça:


Definição da direcção de desmoldagem:


Definição dos pontos de injecção e dos canais para distribuição do fundido. Os pontos de injecção podem ser gerados automaticamente pelo Inventor através da análise da forma da peça, ou manualmente clicando sobre qualquer ponto da superfície da mesma. Os canais são criados automaticamente a partir de Sketches, podem ainda ser adicionados poços para retenção do fundido frio:


Definição do plano de apartamento do molde. Este plano é criado pela selecção de geometria da peça, posteriormente o software gera automaticamente as placas moldantes:


Diagnóstico das cavidades e do plano de apartamento definido. Para optimização do processo, a integridade das cavidades é analisada numa fase inicial, para verificação da desmoldagem e da necessidade de aplicação de insertos ou partes móveis:


Selecção e aplicação de uma caixa de molde standard a partir da livraria de caixas de moldes do Inventor. Esta livraria é bastante extensa e contém caixas completas e outros acessórios (ejectores, aneis de centragem, injectores, etc.) dos principais fabricantes mundiais :


Aspecto do molde final ainda em execução. Após a aplicação dos ejectores, de canais de arrefecimento e de um anel de centragem, pode proceder-se à exportação automatizada dos desenhos para execução do molde.


Nesta fase pode analisar-se o processo de injecção. A ferramenta de análise do processo de injecção do Inventor avalia a qualidade final da peça, o tempo de injecção, o fluxo do fundido, a confiança do enchimento, a possibilidade de criação de bolhas de ar e os locais de união das frentes do fundido. Esta análise é realizada com base em parâmetros pré definidos para o processo de injecção - material fundido, temperatura do molde, encolhimento da peça, encolhimento do molde, pressão da injecção, tempo de injecção, etc.
video

Utilização da Parametric Table em ambiente Stress Analysis

No ambiente Stress Analysis podemos utilizar a Parametric Table para melhor analisar os resultados da análise, testar várias configurações e optimizar a peça a criar.


Na área Design Constraints da Parametric Table definem-se valores limite para determinados resultados da análise, no exemplo demonstrado, definiu-se um intervalo de valores aceitáveis para a deformação máxima. Na coluna Result Value da Parametric Table o resultado é apresentado com um círculo verde ou vermelho conforme caiba ou não no intervalo definido. Pode acrescentar-se mais Design Constraints de vários tipos - Stress (Von Mises, 1st e 3rd), Displacement, Safery Factor, Strain, Contact Pressure, Mass e Volume.

Na área Parameters da Parametric Table definem-se valores variáveis para determinados parâmetros (dimensões) do projecto.

O Inventor fará uma análise exaustiva de todas as combinações possíveis de parâmetros e posteriormente será possível observar os resultados, fazendo deslizar os cursores apresentados na Parametric Table.
video

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Autodesk Inventor - Apresentação Interactiva

A Autodesk mostra no seu site, na área dedicada ao Inventor, uma apresentação interactiva que fornece uma visão geral das capacidades da aplicação. É possível ver em detalhe funcionalidades associadas às várias vertentes da indústria (mecatrónica, plásticos, chapa, cablagens e tubagens, etc.), são apresentados 15 casos de sucesso de empresas que implementaram o Inventor e existe ainda uma galeria de projectos.


segunda-feira, 12 de julho de 2010

Screensaver Inventor of the Month - Um ano de Prototipagem Digital com o Autodesk Inventor

O programa Inventor of the Month, promovido pela Manufacturing Community da Autodesk, elege mensalmente uma empresa que se evidencia na utilização do software Autodesk Inventor. Algumas empresas seleccionadas durante o ano de 2009 foram reunidas num screensaver que pode ser instalado livremente.
São apresentados onze projectos de onze empresas que demonstram a aplicação, ao melhor nível,da Prototipagem Digital com o Autodesk Inventor. Um facto interessante é a diversidade dos projectos que incluem maquinaria industrial, produtos de consumo de base tecnológica, motores, nanotecnologia e até pranchas de surf!


Podem consultar-se mais detalhes sobre as empresas apresentadas nos seguintes links:

- Triple Eight Race Engineering (http://www.tripleeight.co.uk/)

- OPEX Corporation (http://www.opex.com/)

- ADEPT Airmotive (http://www.adeptairmotive.com/)

- Unverferth Manufacturing Company Inc. (http://www.unverferth.com/)


- 42 Surfboards (42surfboards.blogspot.com)

- British Antartic Survey (http://www.antarctica.ac.uk/)

- Wipaire, Inc. (http://www.wipaire.com/)

- Genmar Yacht Group (http://www.genmar.com/)

- ClearEdge Power, Inc. (http://www.clearedgepower.com/)


Toda a informação sobre o programa Inventor of the Month.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Projecto de um Stand de Exposição em Autodesk Inventor 2011

A realização de um projecto deste tipo pode ser resumidamente descrita da seguinte forma: Inicialmente, uma vez que este tipo de produtos têm uma componente estética importante, será necessário discutir com o cliente todas as propostas de forma e acabamento. Posteriormente será necessário projectar todas as peças que constituem a estrutura interna do stand, bem como todas as peças necessárias à montagem do mesmo. Finalmente, será necessário gerar toda a informação para construção de cada componente, para a montagem do conjunto total e para a orçamentação do trabalho.

No projecto a seguir apresentado demonstra-se como o Autodesk Inventor 2011 permite realizar todas essas tarefas de forma simples, rápida e produtiva.

O projecto em causa foi bastante simplificado, havendo outras questões que se poderiam abordar, tais como o projecto automatizado de uma estrutura metálica, a associação de peças e conjuntos a tabelas Excel, a função iCopy, o projecto das cablagens eléctricas para colocação das luzes, o estudo da iluminação através do ambiente Studio do Inventor, etc.

O conceito inicial foi modelado no Inventor como uma peça única constituída por extrusões simples. Uma vantagem do Inventor é permitir o projecto rigoroso de todas as geometrias. Este modelo, apesar de conceptual e simplificado, é projectado à escala real e será útil desde o início até à fase final de produção do stand.


As capacidades de visualização avançadas do Inventor 2011, permitem que este modelo possa ser apresentado e modificado em reunião com o cliente. A visualização tem um nível bastante satisfatório de fotorrealismo.


A fase seguinte foi o projecto da estrutura interna do stand. No caso da base e das paredes, estas são constituídas por uma estrutura interna de vigas de madeira aparafusadas revestida por placas de MFD. Utilizando o modelo inicial como superfície de referência, projectaram-se todas as peças em contexto de 'Assembly', primeiro as placas externas e posteriormente as vigas da estrutura interna. Cada um dos elementos foi criado apenas uma vez e multiplicado utilizando-se a função 'Pattern Component'. Sendo assim, embora a construção pareça complexa, todo o processo foi extremamente rápido.



A fase final foi a criação da documentação necessária à construção do stand. Foram elaborados esquemas de montagem e vídeos que descrevem a sequência de montagem de cada conjunto. Foram também criados os desenhos técnicos para construção de cada peça.


O Inventor gera automaticamente listas de peças, estas podem ser personalizadas para apresentarem os dados que se considerem mais importantes. Neste caso era importante saber a área bidimensional de cada placa, o comprimento de cada viga, o número de parafusos e o número de chapas de ligação. Exportando as listas de peças em formato Excel é possível realizar cálculos para aferição rigorosa da matéria prima necessária e dos custos do produto.


M&M Engenharia Industrial, Lda - Parceiro Certificado Autodesk para a Indústria.

terça-feira, 18 de maio de 2010

Inventor Fusion Technology Preview

A Autodesk disponibilizou para download gratuito, a partir de qualquer localização, o software Inventor Fusion Technology Preview. Este software, em desenvolvimento pelos Autodesk Labs desde 2008, esteve durante algum tempo disponível apenas para localizações e utilizadores restritos. O Autodesk Labs é o site do centro de inovação tecnológica da Autodesk e divulga periodicamente protótipos, versões 'Technology Preview', versões experimentais e serviços online de software Autodesk.



O Inventor Fusion Technology Preview é um software para modelação de peças e conjuntos baseado no Autodesk Inventor. Pode também notar-se que algumas das inovações do Autodesk Inventor 2011 foram testadas na versão Fusion.

O Inventor Fusion tem características muito interessantes, como a capacidade de modelação através da manipulação directa das geometrias, o facto de não ser necessário criar 'Sketches' para algumas operações, a interface HUD (Heads Up Design), a inclusão de tradutores, a possibilidade de integração com o Autodesk Inventor, a integração de um módulo para ratos 3DConnexion, etc.

Este software pode ser obtido online no site Autodesk Labs e será utilizável gratuitamente.

M&M Engenharia Industrial, Lda - Parceiro Certificado Autodesk para a Indústria.

terça-feira, 20 de abril de 2010

Novidades do Autodesk Inventor 2011 - Função Assemble

A função 'Assemble' é uma nova ferramenta do Inventor 2011 que permite criar conjuntos de uma forma bastante mais rápida.

Nas versões anteriores, para se posicionar uma peça num conjunto era necessário seleccionar o tipo de restrição a aplicar e as faces ou arestas das peças nas quais a restrição seleccionada se aplicaria. Este procedimento continua a ser possível no Inventor 2011, mas nesta nova versão, no ambiente de criação de conjuntos, junto ao comando 'Constrain', foi introduzida uma nova função - 'Assemble'.

Ao seleccionar a função 'Assemble', basta clicar sobre duas faces ou duas arestas de duas peças, para que o Inventor determine automaticamente qual a restrição a aplicar entre elas. Na grande maioria das vezes, o software faz a interpretação correcta da restrição a aplicar. No entanto é possível alterá-la ou introduzir valores de distância através de uma 'Mini-toolbar' que nos é apresentada directamente sobre a interface de trabalho.

Ao utilizar esta função, o utilizador realiza muito menos cliques e muito menos movimentos com o rato, conseguindo criar conjuntos em tempo recorde.
video

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Novidades do Autodesk Inventor 2011 - Frame Analysis

Uma das novidades do Inventor 2011 é a inclusão de uma nova ferramenta de análise - 'Frame Analysis'. Esta ferramenta de análise destina-se a optimizar o projecto de estruturas constituídas por vigas.

A ferramenta 'Stress Analysis', já existente nas versões anteriores, destina-se à análise do estado de tensão e deformação em peças de geometria livre. O Inventor converte o volume infinito de uma peça ou de um conjunto numa malha finita de segmentos e pontos de ligação (nós). Posteriormente realiza o cálculo para cada um desses elementos.

No caso de uma estrutura constituída por vigas, é possível a utilização do mesmo processo. No entanto, se a estrutura for de grandes dimensões, uma malha de rigor aceitável terá muitos milhares segmentos para cálculo, o que tornará o processo muito complexo e demorado.

Uma solução típica em engenharia mecânica é a simplificação da malha de elementos finitos. Esta simplificação é feita associando-se um segmento a cada viga e especificando-se nós entre os mesmos.


A ferramenta 'Frame Analysis' recorre a esse método de simplificação. Esta ferramenta está disponível apenas no contexto de projecto de conjunto, no separador 'Environments' do 'Ribbon'.


O primeiro passo é criar uma simulação e especificar se é do tipo 'Static Analysis' ou 'Modal Analysis'. O Inventor gera automaticamente os segmentos e os nós. O passo seguinte é a definição dos encastramentos, edição das propriedades dos nós, edição de segmentos rígidos de ligação, se necessários, e finalmente aplicação das cargas.

Como acontece com a ferramenta 'Stress Analysis', os resultados são apresentados de várias formas e existe a possibilidade de gerar um relatório em HTML e exportar os dados da análise no formato do Autodesk Robot.

M&M Engenharia Industrial, Lda - Parceiro Certificado Autodesk para a Indústria.