quarta-feira, 29 de junho de 2011

Thread Modeler - roscas reais no Inventor 2012

Sabemos que quando aplicamos uma rosca no Inventor a geometria do modelo não se altera, o programa apenas aplica uma textura para assinalar a rosca que posteriormente é identificada no desenho técnico. Na realidade, uma rosca ‘real’ apenas originaria uma complexidade absolutamente desnecessária.

Pode no entanto acontecer que a rosca de uma peça tenha um papel importante na funcionalidade de um conjunto e seja necessário fazer a modelação da mesma. Até aqui teríamos que o fazer manualmente, utilizando por exemplo a função ‘Coil’ , ou fazendo uma ‘Helical Curve’ num Sketch 3D e um ‘Sweep’ para remover material.

O plug-in ‘Thread Modeler for Inventor’, disponibilizado gratuitamente no site Autodesk Labs modela automaticamente roscas tridimensionais sobre as ‘Threads’ criadas no Inventor. Este plug-in pode ser obtido no seguinte link.

video

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Feature Recognition já disponível para o Inventor 2012

A ferramenta ‘Feature Recognition’ para o Inventor 2012 já está disponível para download a partir do site Autodesk Labs.

Relembramos a utilidade desta ferramenta gratuita que complementa os tradutores do Inventor ao reconhecer e criar operações de modelação do Inventor em peças neutras. No vídeo apresentado pode ver-se a eficiência desta ferramenta na conversão de um modelo de Catia V5.

A ferramenta 'Mesh Enabler' também já funciona na versão 2012, aguardamos entretanto a atualização das ferramentas '2D to 3D' e '3D Anotation'.

video

‘Feature Recognition’ para o Inventor 2012 disponível aqui.

M&M Engenharia Industrial, Lda - Software para Indústria.

Novidades do Inventor 2012 (8) - Eco Materials Adviser

Disponibilizado no separador ‘Environments’, a ferramenta ‘Eco Materials Adviser’ é uma das novidades do Inventor 2012. Desenvolvida pela empresa Granta – Material Intelligence para a Autodesk, esta aplicação tem como objectivo apresentar dados de impacto ambiental, custo e performance para peças ou conjuntos desenvolvidos no Inventor.

Ao apresentar estes dados e ao permitir analisar várias alternativas, o ‘Eco Materials Adviser’ é uma ferramenta muito útil para optimizar e valorizar projetos, a sua forma de utilização é bastante fácil e intuitiva.


De uma forma resumida, o ‘Eco Materials Adviser’ é utilizado da seguinte forma:

- Iniciar o ‘Eco Materials Adviser’ a partir da área ‘Begin’ do separador ‘Environments’, a aplicação pode ser iniciada em contexto de peça ou conjunto.

- As ações essenciais são 3: atribuir materiais, especificar processos e solicitar a análise. Estas ações podem depois ser repetidas para análises comparativas, os resultados podem ser registados em relatórios que se geram automaticamente.

- No separador ‘View and edit assignments’ visualizam-se e editam-se os materiais e os processos de fabrico atribuídos a cada peça. Se já tiverem sido atribuídos materiais através das ‘iProperties’, o ‘Eco Materials Adviser’ irá reconhecê-los, a definição dos processos é sempre manual.

- No separador ‘Browse for materials’ é disponibilizada uma base de dados de materiais, clicando com o botão direito podemos ver os processos de fabricação disponíveis para o material ativo. A partir daqui podem aplicar-se materiais e processos às peças que foram selecionadas no separador anterior.

- No separador ‘Search results’ podemos pesquisar a base de dados de materiais a partir de 28 critérios específicos baseados em propriedades físicas e ambientais. Podemos acumular vários critérios no sentido de refinar a pesquisa para materiais com propriedades muito específicas.

- Depois de definidos estes dados essenciais, no separador ‘Home’, clica-se em ‘Analyse’ para fazer a análise. Os resultados são apresentados graficamente no ‘Eco Impact dashboard’.

- No ‘Eco Impact dashboard’ clica-se em ‘Set baseline’ para definir a presente análise como base comparativa. Depois de alterar materiais e processos, os resultados da análise atualizam-se automaticamente e as alterações são apresentadas graficamente.

- Finalmente, no separador ‘View Reports’ pode solicitar-se a geração automática de relatórios em PDF.


Os resultados apresentados são os seguintes:

- Utilização de Energia, englobando custo do material, custo de fabrico e custo de fim de vida (reciclagem ou eliminação dos resíduos).

- Pegada de Co2, englobando os mesmos critérios.

- Utilização de água.

- Custo.

- Cumprimento da diretiva ROHS (Restriction Of Hazardous Substances).

- Compatibilidade com produtos alimentares.

- Processo de fim de vida.

Mais informações aqui.

M&M Engenharia Industrial, Lda - Software para Indústria.